Guapé MG Cachoeiras Guapé MG
sobre nós nosso objetivo contatos, fale conosco
Cachoeiras
home page, inicio, principal história de guapé mg proximoseventos em Guapé MG anuncios diversos em Guapé MG mural de fotos de Guapé MG, lago de furnas teefones de Guapé MG tudo sobre Guapé MG
Guapé - MG  guapé
Guapé MG
Guapé MG Supermercado em Guapé MG Guapé MG
Guapé MG
Pizzaria e Sorveteria em Guapé MG
Guapé MG
La House, acessórios de informática e assistência técnica em Guapé MG
Guapé MG
Funerária e Floricultura em Guapé MG
Guapé MG
Bar e Restaurante em Guapé MG
Guapé MG
Supermercado, açougue e padaria
Guapé MG
Laboratório de análises clínicas em Guapé MG
Guapé MG
Som altomotivo e Film em Guapé MG
Guapé MG
Padaria e confeitaria em Guapé MG
Guapé MG
Provedor de internet em Guapé MG
Guapé MG
Perfunes e cosméticos
Guapé MG
Pizzaria em Guapé
Guapé MG
Provedor de internet em Guapé MG
Guapé MG
Provedor de internet em Guapé MG
Guapé MG
Perfunes e cosméticos
Guapé MG
Pizzaria em Guapé
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG
Guapé MG

Paróquia São Francisco de Assis de Guapé MG

Clique e confira o informativo do mês.

Conhecendo um pouco a atualidade da Paróquia


A comunidade paroquial São Francisco de Assis, de Guapé MG, é formada por 21 comunidades rurais e quatro urbanas (Matriz e mais três ainda em formação: Cândido Barbosa, Sapolândia e Bela Vista).
A paróquia conta hoje com muitas forças vivas de evangelização, atendendo bem aos apelos da Igreja Universal. Temos o CPP (Conselho Pastoral Paroquial) com mais de vinte membros, o CAP (Conselho Administrativo Paroquial) com cerca de 10 membros, o CAC’S (Conselhos Administrativos comunitários) do Santo Antonio e da Aparecida do Sul e os CPC’s (Conselhos Pastorais Comunitários) das 21 comunidades rurais. Temos também diversas pastorais e grupos, como Catequese, Liturgia e Canto, Ministros da Comunhão, Vocacional (acólitos e coroinhas), Juventude, Setores, Dizimo, Comunicação, Exéquias, Idosos, Batismo, Matrimonio etc. Temos também alguns movimentos como Mãe Rainha, Apostolado da Oração, São José, São Geraldo, RCC (Renovação Carismática), Vicentinos, Legião de Maria, ECC (Encontro de Casais com Cristo), Irmãos do Santíssimo etc.
Atualmente contamos com a presença de um Padre em nossa paróquia: Padre José Genivando,natural de – MG, ambos ordenados e pertencentes à Diocese da Campanha. Temos filhos da terra mais de 20 Padres atuantes nas dioceses do Brasil e 4 seminaristas: Antonio Carlos (da Ap. Sul), Luciano (da Vargem), Cleverson (Kiko da cidade) e Marcelone (do São Judas).
Nosso Bispo – o primeiro responsável pelas paróquias da diocese – é DOM DIAMANTINO PRATA DE CAVALHO, da ordem dos franciscanos (OFM), natural de Manteiga, do país de Portugal. Seu endereço é Rua João Manoel Alves, 14 CAMPANHA-MG, fone: (35) 3261-1217
.

Outros dados da paróquia:
Nome: Paróquia São Francisco de Assis
Razão Social: Mitra Diocesana da Campanha
CNPJ: 19.081.884/0026-32
Fones:(35) 3615-0054 ou (35) 9.9127-5062
End: Pça. Dr. Passos Maia, 30 – Centro
CEP: 37177-000.

Clique na imagem abaixo e confira o informativo do mês.

Clique e confira informativo e fotos do projeto e execução de ampliação e reforma da Igreja de Aparecida do Sul.

História de nossa Paróquia

                Antigo São Francisco do Rio Grande e São Francisco do Aguapé, ou simplesmente Aguapé. Ocorrendo a figura do metaplasmo, denominada aférese, resultou o topônimo Guapé. Esse nome lembra a existência de plantas aquáticas que “medram a superfície das águas dos lagos e pantanais, e que, unindo-se e apresilhando-se formam seguro estendal que sustenta até um homem deitado sobre ele”.
Segundo Teodoro Sampaio, o termo é de origem tupi: Água ou guáredondo, circular, curvo, e Pé ou Peba – chato, nivelado. Tudo isso designa uma flor – a ninféia, espécie de lírio aquático de coloração branca, raramente roxa ou rósea, e que ornamenta a superfície das águas. Suas variedades principais são a Villaria  nympheoides e a Nelumbum speciosum. Que “formam um tecido tão basto e compacto que sustenta animais em cima do tapete”. Sobre a fundação do lugar e constituição do patrimônio, assim se expressou o guapeense historiador e senador Domiciano Passos Maia: “O Capitão José Bernardes Fernandes Lara... homem muito abastado e bom... dono de muitos escravos... plantava para alimentar a família... Sua Mulher – Esméria Angélica da Pureza – tecia um tear, perto de uma escrava que mexia um tacho de sabão... Súbito, a terra começou a tremer, e o tacho veio abaixo aferrado com esse fenômeno, prometeu a São Francisco de Assis um patrimônio para a Capela, que se erguia no local a atual Matriz”.
“Cessou o movimento lelurico, deixando apenas umas fendas... passou-se esse fenômeno em 1832. Só em 1838 é que Capitão José Bernardes e sua mulher  puderam lavrar a escritura do patrimônio dessa Capela. Assinaram igual documento, conjuntamente a eles, os doadores de um outro patrimônio,  que foram os Senhores Felisberto Martins Arruda e Cândida do Rosário”.
Bem mais antiga, porém, é a existência da localidade. Aparece, pela 1ª vez, em um documento de 1759, quando Padre João Corrêa de Melo, Vigário dos Novos Descobertos do Campo Grande e suas conquistas, toma posse eclesiasticamente, para o Bispado de Mariana, “das terras do Rio Grande, do Aguapé ata a barra do Sapucaí”. Esse território até então, em vista de não ser identificado, pertencia ao Bispado de São Paulo, no que foi necessária a intervenção marianense para recuperá-lo.
Houve, no inicio, pequeno povoamento, tão distante se encontravam dos centros populosos. Mas, no século seguinte, veio ali morar e constitui fazenda o Capitão José Bernardes Fernandes Lara, em cuja fazenda foram construídas algumas casas e pôde, então, aparecer o arraial.
Assinala o Professor Waldemar de Almeida Barbosa que a “capela primitiva, em torno da qual se formou o povoado, foi fundada em 1825, como filial de Boa Esperança, e foi confirmada em 1826”, segundo Livro de lotação das freguesias do Bispado de Mariana.
O 1º Batizado do 1º livro é de 1835: “-Aos 18 de março de mil oitocentos e trinta e três, em presença das testemunhas Felisberto Martins Arruda e Teodoro de tal, na Capela de São Francisco de Aguapé (sic), desta Freguesia, o Reverendo Manuel Rodrigues, de licença paroquial, assistiu ao sacramento do matrimônio que celebraram Florêncio Álvares Mesquita e Inácia de Jesus; aquele filho legitimo de Antônio Álvares de Mesquita e de Ana Micaela; esta filha legitima de José Marques da Silva e Tereza Inácia; de que mandei fazer este assento que assino, sendo o contraente natural da freguesia de Campo Belo, e a contratante de Mariana; e lhes deu as bênçãos nupciais, preenchidas as três admoestações canônicas, de que mandei fazer o assento que assino. O Vigário José Francisco Morato”.
Com o advento de novas famílias, pôde a povoação ser distinguida com o título de Distrito, o que ocorreu no ano de 1841. Mais tarde, foi declara Paróquia pela lei Mineira de nº. 774, de 29 de março de 1856 e que é a seguinte:
“HERCULANO FERREIRA PENA, do conselho de S. Majestade, Dignatário da Ordem da Rosa, Inspetor Geral da Caixa de Amortização da Divida Pública, Presidente da Província de Minas Gerais: Faço saber a todos habitantes que a Assembléia Provincial decretou e eu sancionei a seguinte:
Art. 1 – Fica elevado a Paróquia o Distrito de São Francisco de Água-Pé, atualmente pertencente à Freguesia de Dores de Boa Esperança, com as mesmas divisas do Distrito.
Art. 2 – Ficam revogadas as disposições em contrário.
Dada no Palácio da Presidência da Província de Minas Gerais, aos dois dias do mês de maio do ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de Mil oitocentos e cinqüenta e seis, trigésimo quinto da Independência e do Império.
HERCULANO FERREIRA PENA
Fortunato Carlos de Meireles a fez”.

A Matriz e suas 21 Comunidades

Comunidade Matriz São Francisco de Assis

                Numa época em que o apego intemperante às riquezas minava profundamente a espiritualidade medieval, Deus suscitou Francisco, o enamorado da Dama Pobreza, para restaurar o equilíbrio necessário. Francisco foi uma das colunas sobre as quais a Igreja se sustentou naquele século. Renunciou à rica herança paterna e decidiu viver sem nada, levando a prática da virtude da pobreza até um radicalismo difícil de conceber. Fundou a Ordem dos Frades Menores, que em poucos anos se transformou numa das maiores da Cristandade. Fundou, com Santa Clara de Assis, o ramo feminino da mesma Ordem. Para os leigos que viviam no mundo, mas desejavam ser fiéis ao espírito de pobreza e participar das graças e privilégios da espiritualidade franciscana, fundou a Ordem Terceira. Por sua semelhança com o Divino Salvador, mereceu ter gravados em seu corpo os estigmas da Santa Paixão.

A São Francisco de Assis

Glorioso São Francisco de Assis, nosso grande padroeiro, a vós recorremos atraídos pela doçura de vossa santidade. Protegei-nos e abençoai-nos. Vós que nos ensinastes a procurar neste mundo a perfeita alegria no amor de Deus e do próximo; vós que tanto amastes os homens e a natureza toda, porque proclama a glória e a sabedoria do Criador, fazei-nos servir a Deus na alegria, ajudar o próximo o melhor possível, amar até as mais fracas criaturinhas e, com os nossos bons exemplos e boas ações, espalhar em torno de nós os benefícios da fraternidade cristã. Assim seja.

Benção de São Francisco

Que o Senhor te abençoe e te proteja. Que o Senhor te mostre a sua face e tenha misericórdia de ti. Que o Senhor volte os seus olhos para ti e dê a sua paz. Que o Senhor te abençoe.

 

Comunidade São Sebastião (Ponte Grande)

                Era oficial da guarda pretoriana do imperador Diocleciano. Denunciado como cristão, foi condenado pelo  imperador a ser atravessado por flechas. Milagrosamente curado das flechadas, reapresentou-se com coragem diante do tirano e increpou-o por sua impiedade. Foi então surrado até à morte, no circo de Roma. É padroeiro da cidade do Rio de Janeiro.
Festa do Padroeiro: 20 de janeiro (Data oficial)

Oração a São Sebastião
Glorioso mártir, valoroso São Sebastião, soldado de Jesus Cristo, que morreste trespassado de flechas, amarrado a um tronco de laranjeira. Pelos vossos méritos, sede o nosso protetor guardando-nos, livrando-nos dos perigos que nos ameaçam, à nós, à nossa família e a toda a humanidade. Senhor Deus Todo Poderoso, pela intercessão do Mártir São Sebastião atendei a nossa prece. Jesus Cristo, Filho de Deus, sede propício aos rogos que vos dirigimos pôr intermédio de São Sebastião. Glorioso Mártir, protegei-nos contra a peste, contra o mal terrível que nos ameaça e que tem ceifado tantas vidas preciosas.

 

Comunidade São José (São José da Volta Grande)

                Príncipe da Casa Real de Davi e ao mesmo tempo humilde carpinteiro, é difícil se poder avaliar a grandeza de sua missão. É considerado o Patrono da Boa Morte porque morreu assistido pela Santíssima Virgem, sua esposa, e pelo próprio Homem-Deus, de quem era pai adotivo. Foi também declaro Patrono da Santa Igreja.
Festa do Padroeiro: 19 de março (Data oficial) - (Festa dia 01 de maio – Padroeiro da Comunidade São José)

Oração a São José
Lembra-vos, ó castíssimo esposo da Virgem Maria, São José, meu amado protetor, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que invocaram vossa proteção e imploraram o vosso socorro tivesse ficado sem consolação. Cheio de confiança, me apresento diante de vós e me recomendo com fervor ao vosso patrocínio. Ah! Não desatendais às minhas orações, ó pai nutrício do redentor; mas ouvi-nos favoravelmente e dignai-vos acolhê-las. Amém.

Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Capoeirinha)

                Nesse dia realizou-se a primeira das seis aparições da Virgem aos privilegiados videntes, Lúcia, Francisco e Jacinta. As aparições aconteceram na cidade de Fátima em Portugal. As mensagens eram voltadas principalmente para o incentivo das orações, inclusive do rosário. Também incluem nas mensagens três segredos que já foram revelados, os chamados segredos de Fátima.
Festa da Padroeira: 13 de maio (Data oficial)

Oração a Nossa Senhora de Fátima
Santíssima Virgem, que nos montes de Fátima vos dignastes revelar a três pastorinhos os tesouros de graças contido na prática do vosso santo Rosário, incuti profundamente em nossa alma o apreço em que devemos ter essa devoção, a vós tão querida, a fim de que neles se comemoram, nos aproveitemos de seus preciosos frutos e alcancemos a graça... que vos pedimos, se for para maior glória de Deus e proveito de nossas almas. Assim seja.

Comunidade Santa Rita de Cássia (Aguiar e Boa Vista)

                Suportou durante 18 anos um marido brutal que lhe era infiel e a maltratava, até que conseguiu convertê-lo. Quando este foi assassinado e seus dois filhos juraram vingar-se dos matadores, pediu a Deus que tirasse a vida dos filhos antes que eles cometessem o feio pecado da vingança, e foi atendida. Ingressou depois de viúva num convento agostiniano e ali recebeu na fronte, como privilégio, um dos espinhos da coroa de Nosso Senhor. Sua vida é repleta de milagres e episódios maravilhosos. É a padroeira das mulheres que sofrem com os maridos, e é também chamada “advogada das causas perdidas” e “Santa dos impossíveis”.
Festa da Padroeira: 22 de maio (Data oficial)

Oração a Santa Rita
Ó Deus que na vossa infinita bondade vos dignastes olhar para a prece de vossa serva Santa Rita de Cássia, concedendo a sua intercessão o que é impossível à humana previdência, à industria e ao esforço, como premio da sua firme confiança nas vossas promessas: tende piedade de nós em nossa adversidade e ajudai-nos em nossa tribulação, a fim de que os incrédulos possas conhecer que vós sois a recompensa dos humildes, defesa dos devotos, força dos que em vós confiam. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Comunidade Espírito Santo (Córrego do Caixão)

                A festa da vinda do Espírito Santo é celebrada após 50 dias da Páscoa, por isso o nome Pentecostes. Nela celebramos o mistério da presença do Espírito Santo na história da salvação, desde antes da criação do mundo até o fim dos tempos. Segunda pessoa na Santíssima Trindade, ele “leva à plenitude os mistérios pascais” derramado em nosso favor. “Desde o nascimento da Igreja, é ele quem dá a todos os povos, o conhecimento do verdadeiro Deus; e une numa só fé, a diversidade das raças e línguas.” (Missal Romano)
Festa do Patrono: 50 dias após a páscoa.

Oração ao Espírito Santo
Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, inspirai-nos sempre o que devemos pensar, o que devemos dizer, o que devemos calar, o que devemos escrever, o que devemos agir, o que devemos fazer, para obtermos a vossa glória, o bem do mundo e a nossa própria santificação! Amém.

Comunidade Sagrado Coração de Jesus (Mata)

                Os Santos Padres muitas vezes falaram do Coração de Cristo como símbolo de seu amor, tomando-o da Escritura: “Beberemos da água que brotaria de seu Coração... quando saiu sangue e água” (Jo 7,37; 19,35). Na Idade Média começaram a considerá-lo como modelo de nosso amor, paciente por nossos pecados, a quem devemos reparar entregando-lhe nosso coração (santas Lutgarda, Matilde, Gertudres a Grande, Margarita de Cortona, Angela de Foligno, São Boaventura, etc.) No século XVII estava muito expandida esta devoção. São João Eudes, já em 1670, introduziu a primeira festa pública do Sagrado Coração. Em 1673, Santa Margarida Maria de Alacoque começou a ter uma série de revelações que a levaram à santidade e ao impulso de formar uma equipe de apóstolos desta devoção. Com seu zelo conseguiram um enorme impacto na Igreja.
Festa do Patrono: sexta-feira após o segundo domingo depois de pentecostes.

Oração ao Sagrado Coração de Jesus
Lembrai-vos, ó dulcíssimo Jesus, que nunca se ouviu dizer que alguém, recorrendo com confiança ao vosso sagrado coração, implorado a vossa divina assistência e reclamando a vossa infinita misericórdia, fosse por Vós abandonado. Possuído, pois, e animado da mesma confiança, ó coração sagrado de Jesus, rei de todos os corações, recorro a Vós, e me prostro diante de Vós. Meu Jesus, pelo vosso precioso sangue e pelo amor de vosso divino Coração, vos peço não desprezeis as minhas suplicas, mas ouvi-as favoravelmente e dignai-vos atender-me. Amém.

 

Comunidade Santo Antônio (Santo Antônio)

                Também é conhecido como Santo Antônio de Pádua, por ter vivido nessa cidade italiana. É um dos santos mais populares em todo o mundo. Nasceu em Lisboa, e depois de ser algum tempo agostiniano ingressou na Ordem franciscana, da qual foi um dos maiores expoentes. Pregou na Itália e no sul da França, conseguindo muitos milhares de conversões. Combate arduamente a heresia dos cátaros e patarinos, dominante no seu tempo, pelo que o chamavam de “_incansável martelo dos hereges_”. Não apenas os combatia no púlpito, pela pregação, mas também por meio de milagres espantosos. Sabia de cor quase todas as Escrituras e tinha um dom especial para explicar e aplicar as mais difíceis passagens. Faleceu em 1231, com apenas 36 anos de idade. Sua língua, que tanto pregava a palavra.
Festa do Padroeiro: 13 de Junho (Data oficial)

Oração a Santo Antônio
Lembrai-vos, ó glorioso Santo Antônio, amigo do Menino Jesus, filho querido de Maria Imaculada, de que nunca se ouviu dizer algum daqueles que têm recorrido a vós e implorado a vossa proteção tenha sido por vós abandonado. Animado de igual confiança, venho a vós, ó fiel consolador dos aflitos, geralmente sob o peso dos meus pecados, prostro-me a vossos pés, e pecador com o sou, ouso aparecer diante de vós. Não rejeiteis, pois a minha súplica, vós que sois tão poderoso junto ao coração de Jesus, mas escutai-a favoravelmente a dignai-vos defendê-la. Amém.

Comunidade São João Batista (Monteiros)

                São João Batista, embora concebido no Pecado Original, foi dele purificado antes de nascer, quando sua mãe, Santa Isabel, foi visitada pela Santíssima Virgem, que por sua vez portava no seio o Salvador. Por isso, São João Batista é o único santo cujo nascimento se comemora na Liturgia – além da própria Virgem Maria, que já foi concebida isenta de todo pecado.
Festa do Padroeiro: 24 de Junho (Data oficial)

Oração a São João Batista
Ó glorioso São João Batista, vós mostrastes o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Batizastes no Jordão Jesus, o próprio autor do Batismo e quisestes diminuir para que Ele crescesse. Fostes duro com os fariseus hipócritas e manifestastes grande misericórdia para com o povo pobre e solidário. Último dos profetas recebestes de Cristo o elogio de Ter sido o maior entre os nascidos de mulher. Tivestes a cabeça cortada no cárcere por causa da coragem de falar a verdade aos grandes. Completastes pelo martírio vossa vida de testemunho, preparando até mesmo na morte os caminhos pelos quais passaria o Senhor. Ó glorioso precursor e mártir São João Batista, alcançai-nos de Cristo a graça de uma caridade verdadeira, de um testemunho corajoso de nossa fé e de uma presença misericordiosa e solidária no meio dos pobres e sofredores. Possamos, com auxilio trabalhar pela construção de paz em nosso mundo e testemunhar o grande amor de Deus por todos nós. Amém.

Comunidade São Bento (Ponte Funda)

                São Bento, nascido em Núrsia, em 480 e Falecido em Montecassimo, em 547, é o patriarca do monarquismo ocidental. Após um período de solidão perto da sagrada Gruta de Subiaco, passou para a vida cenobítica, primeiro em Subiaco, depois em Montecassino. Sua Regra, que resume a tradição monástica oriental, adaptada com sabedoria e prudência ao mundo latino, abre novo caminho à civilização européia, após o declínio da civilização romana. Nesta nova escola de serviço do Senhor, tem parte determinante a leitura meditativa da palavra de Deus e o louvor litúrgico, alternados com os ritmos do trabalho, em clima intenso de caridade fraterna e de serviço recíproco. Nas pegadas de São Bento surgiram, no continente europeu e nas ilhas, centros de oração, de cultura, de promoção humana, de hospitalidade para os pobres e os peregrinos. Paulo VI proclamou-o padroeiro da Europa.
Festa do Padroeiro: 11 de Julho (Data oficial)

Oração a São Bento
Ó glorioso São Bento, que vos mostrastes sempre compassivo com os necessitados, fazei que também nós, recorrendo à vossa poderosa intercessão, obtenhamos auxílio em todas as nossas aflições; que nas famílias reine a paz e a tranqüilidade; que se afastem de nós todas as desgraças tanto corporais como espirituais, especialmente o mal do pecado. Alcançai do Senhor a Graça... que vos suplicamos; finalmente vos pedimos que ao término de nossa vida terrestre possamos ir louvar a Deus convosco no Paraíso. Amém.

 

Comunidade Nossa Senhora do Carmo (Pereiras)

                Neste dia se comemora a Festa de Nossa Senhora do Carmo, ou do Monte Carmelo. A Ordem carmelitana considera seus fundadores o Profeta Santo Elias – que viveu no Monte Carmelo, na Terra Santa, e que séculos antes da vinda ao mundo de Nosso Senhor já vira sua Santa Mãe simbolizada numa nuvenzinha – e seu discípulo Santo Elizeu. O Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, dado pela Santíssima Virgem a São Simão Stock no século XIII da Era Cristã, é ao mesmo tempo o privilégio maior e o sinal distintivo da espiritualidade carmelitana.
Festa do Padroeiro: 16 de Julho (Data oficial)

Oração a Nossa Senhora do Carmo
Beatíssima Virgem Imaculada, decoro e resplendor do Carmo, vós que olhais com particular bondade a quem traz o vosso bendito escapulário, olhai também benignamente para mim e cobri-me com o manto de vossa maternal proteção. Fortificai a minha fraqueza com o vosso poder, iluminais as trevas de minha mente com vossa sabedoria, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Adornai minha alma de tais graças e virtudes, que sempre seja cara a Vosso Divino Filho e a vós. Assisti-me na vida, consolai-me na morte com vossa presença e apresentai-me a augustíssima Trindade como vosso filho e servo devoto, para eternamente vos louvar e bendizer no céu. Amém.

 

Comunidade Sant’Ana (Vargem)

                É muito antiga a devoção a Sant’Ana (e São Joaquim), sobretudo no Oriente. A liurgia de São João Crisóstomo refere-se a eles como “_os santos Avós de Deus Joaquim e Ana_”. Grande deve ter sido a santidade dos dois esposos, para que deles nascesse a Virgem Imaculada, a Mãe de Deus!
Festa da Padroeira: 26 de Julho (Data oficial)

Oração a Sant’Ana
Senhor, Deus de nossos pais, que concedestes a Sant’Ana a graça de dar a vida a Mãe do Filho Jesus, olhai para todas as famílias que lutam para sobreviver e que se encontram em grane dificuldades de relacionamento. Que os lares sejam lugares abençoados e plenos de acolhimento e de compreensão. Santana, nossa padroeira, olhai para as crianças, acompanhai os adolescentes e jovens, amparai os idosos e doentes de nossa sociedade. Que todas as pessoas possam contar sempre com as bênçãos de vossa proteção. Sant’Ana, eu ainda vos peço neste dia a raça de que tanto necessito. (fazer o pedido).
Sant”Ana, rogai por nós!

Comunidade Senhor Bom Jesus (Pontal)

                Segundo relatos religiosos o aparecimento da imagem de madeira deve-se a um escravo que encontrava-se em fuga do capataz de uma fazenda em Minas, que para escapar do castigo, esculpiu a imagem e sua fé o salvou. Quando o capataz chegou para acoitá-lo, uma forte luz brilhante atacou e ele saiu correndo amedrontado.
A imagem do Senhor Bom Jesus da Cana Verde, venerada num altar especial, no Santuário da cidade de Siqueira Campos, tem uma história um tanto nebulosa em relação a sua origem e quem foi seu escultor, ressalvando-se que se não diretamente de um discípulo do mestre Antonio Francisco Lisboa, do filho de um deles que aprenderam a bela arte com o Mestre Aleijadinho.
Esta história se identifica, em razão de que, numa pequena igreja da cidade de Ouro Preto, estado de Minas Gerais, encontra-se uma imagem do Senhor Bom Jesus, e a semelhança com a do Santuário de Siqueira Campos é realmente impressionante. Essa semelhança traduz que as duas imagens foram de lavra, senão do mesmo cinzel, pelo discípulo da mesma escola do mestre mineiro.
Festa do Patrono: 06 de Agosto (Data oficial)

Oração ao Senhor Bom Jesus
Ó meu Bom Jesus, vós dissestes: “Vinde a mim todos os aflitos, que vos aliviarei.” Aqui estou para conversar convosco (Pausa).
Infundi em meu coração profundo amor, para que amando, servindo e ajudando-vos na pessoa de meu semelhante possa viver o vosso Evangelho, praticando o bem e sendo útil e assim participar da vida do céu. Senhor Bom Jesus, vós sois minha única esperança. Resolvei os meus problemas.
Isto vos peço em união com o Pai e Espírito Santo. Amém.

 

Comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus (Paineiras)

                Discreta e silenciosa, durante a vida quase não chamou a atenção sobre si. Parecia uma freira comum, sem nada de excepcional. Faleceu aos 24 anos, tuberculosa, depois de passar por terríveis sofrimentos. Enquanto agonizava, ouviu duas freiras comentarem entre si, do lado de fora de sua cela: Coitada da irmã Teresa! Ela não fez nada na vida... O que nossa Madre poderá escrever sobre ela, na circular em que dará aos outros conventos a notícia da sua morte?” Assim viveu Santa Teresinha, desconhecia até mesmo das freiras que com  ela compartilhavam a clausura do Carmelo. Somente depois de morta seus escritos e seus milagres revelariam ao mundo inteiro a verdadeira envergadura da grande Santa e Mestra as espiritualidade. A jovem e humilde carmelita que abriu, na espiritualidade católica, um caminho nov para atingir a santidade (a célebre “Pequena Via”), foi declarada pelo Papa João Paulo II Doutora da Igreja.
Festa da Padroeira: 01 de Outubro (Data oficial)

Oração a Santa Teresinha do Menino Jesus
Ó Deus, que fazeis maravilhas em vossos santos, concedestes a Santa Teresinha do Menino Jesus conhecer e percorrer os caminhos do Amor. Na sua intimidade convosco, na sua simplicidade de vida, no seu abandono em vossas mãos, na imolação pelos trabalhos missionários da Igreja, fizestes dela a Padroeira das Missões. Por sua intercessão, ensinai-nos, Senhor, o segredo da vida que está na intimidade convosco. Infundi em nos o Espírito Missionário que destes a Santa Teresinha. Suscitai em todos nós, a alegria a audácia e a intrepidez da vida missionária. Enviai à vossa Igreja inúmeros operários para que  Evangelho seja anunciado a todos os povos. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

 

Comunidade São Benedito (Félix João)

                No Brasil celebra-se nesse dia a festa de São Benedito o Preto. Em outros paises é a 4 de abril que se comemora essa festa. Benedito nasceu na Sicília, por volta de 1526, filho de pretos que haviam sido escravos ou que descendiam de outros que o tinham sido. Ingressou num convento franciscano de Palermo, capital da Sicília, e foi religioso exemplar, primando pelo espírito de oração, pela humildade e pela obediência. Embora simples irmão leigo e analfabeto, a sabedoria e o discernimento que possuía fizeram com que fosse nomeado mestre de noviços e mais tarde fosse eleito superior do convento. Atendia a consultas de muitas pessoas que o procuravam para pedir conselhos e orientação segura. Foi favorecido por Deus com o dom dos milagres. Tendo concluído seu período como superior, retornou com humildade e naturalidade para a cozinha do convento, reassumindo com alegria as funções modestas que antes desempenhara. E assim, na mais sublime indiferença pela sua própria pessoa, faleceu com fama de eminente santidade. Foi canonizado em 1807 e é um dos padroeiros de Palermo. No Brasil, entre os escravos e as pessoas de cor, foi muito difundida sua devoção, geralmente associada à de Nossa Senhora do Rosário, à de Santo Elesbão, Imperador negro da Etiópia, e à de Santa Efigênia, princesa também negra e igualmente etíope.
Festa do Padroeiro: 5 de outubro (Data oficial)

Oração a São Benedito
Glorioso São Benedito, grande confessor da fé, com toda confiança venho implorar a vossa valiosa proteção. Vós, a quem Deus enriqueceu com os dons celestes, impetrai-me as graças que ardentemente desejo, para maior gloria de Deus. Confortai meu coração nos desalentos. Fortificai minha vontade para cumprir bem os meus deveres. Vinde orientar-me nas horas decisivas da vida. Dai-me confiança nos desânimos e sofrimentos, Sede o meu companheiro nas horas de solidão e desconforto. Assisti-me e guiai-me na vida e na hora da minha morte, para que eu possa bendizer a Deus nesse mundo e gozá-lo na eternidade com Jesus Cristo, a quem tanto amastes. Amém.

 

Comunidade Nossa Senhora Aparecida (Aparecida do Sul (Jacutinga)


Foi em 1717 que, nas águas benditas do rio Paraíba, três pescadores encontraram a imagem milagrosa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, que viria a ser constituída Rainha e Padroeira do Brasil. Sua festa atualmente celebrada no dia 12 de outubro, é desde 1988 feriado nacional. Não há brasileiro digno desse nome que não se comova profundamente ao ouvir as estrofes despretensiosas mas cheias de unção do velho hino mariano: “Viva a Mãe de Deus e nossa / sem pecado concebida / Viva a Virgem Imaculada / A Senhora Aparecida”.
Festa da Padroeira: 15 de agosto e 12 de outubro (Datas oficiais)

Oração a Nossa Senhora Aparecida
Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida. Mãe de Deus, rainha dos anjos, advogada dos pecadores, refúgio e consolação dos aflitos e atribulados, ó Virgem Santíssima. Cheia de poder e bondade, lançai sobre nós um olhar favorável, para que sejamos socorridos em todas as necessidades. Lembra-vos, clementíssima Mãe Aparecida, que não consta que de todos os que têm a vós recorrido, invocado vosso santíssimo nome e implorado vossa singular proteção, fosse por vós alguém abandonado. Animado com essa confiança a vós recorro: tomo-vos de hoje para sempre por minha mãe, minha consoladora e guia, minha esperança e minha luz na hora da morte. Assim, pois, Senhora, livrai-me de tudo o que possa ofender-vos e a vosso Filho, meu Redentor e Senhor Jesus Cristo. Virgem bendita, preservai este vosso indigno servo, esta casa e seus moradores, da peste, da fome, guerra, raios, tempestades e outros perigos e males que nos possam flagelar. Soberana Senhora, dignai-vos dirigir-nos em todos os negócios espirituais e temporais; livrai-nos da tentação do demônio, para que, trilhado o caminho da virtude, pelos merecimentos da vossa puríssima virgindade e do preciosíssimo Sangue de Vosso Filho, vos possamos ver, amar, e gozar na eterna glória, por todos os séculos dos séculos. Amém.

Clique e confira informativo e fotos do projeto e execução de ampliação e reforma da Igreja de Aparecida do Sul.

Comunidade São Judas Tadeu (São Judas)


Os dois Apóstolos são, desde tempos imemoriais, venerados conjuntamente nesta data. São Simão, também chamado Zelota e Cananeu, é o Apóstolo sobre o qual as escrituras contém menos informações. Segundo uma antiga tradição era aparentado com Nosso Senhor e foi crucificado pelos judeus. São Judas Tadeu era irmão do Apóstolo São Tiago o Menor, sendo ambos filhos de Cleófas e de Maria, Primos de Nosso Senhor. Há noticias de mais dois filhos do mesmo casal, um dos quais de nome Simão (que alguns autores identificam com o Apóstolo Celebrado neste dia). São Judas Tadeu pregou a Boa Nova do Evangelho em várias regiões do Oriente Próximo e é autor de uma Epístola. Não há informações seguras sobre o local e as condições em que verteu seu sangue por amor ao Divino Mestre.
Festa do Padroeiro: 28 de outubro (Data oficial)

Oração a são Judas Tadeu
São Judas, glorioso Apóstolo, fiel servo e amigo de Jesus, o nome de traidor foi causa de que fósseis esquecido por muitos, mas a Igreja vos honra e invoca universalmente como o patrono nos casos desesperados, nos negócios sem remédio. Rogai por mim, que sou tão miserável. Fazei uso, eu vos peço, desse particular privilégio que vos foi concedido, de trazer visível e imediato auxilio, onde o socorro desapareceu quase por completo. Assisti-me nessa grande necessidade, para que possa receber as consolações e o auxílio do céu em todas as minhas precisões, atribulações e sofrimentos, alcançando-me a graça de... (aqui faz-se o pedido particular), e para que eu possa louvar a Deus convosco e com todos eleitos, por toda eternidade. Eu vos prometo, ó bendito São Judas, lembrar-me sempre deste grande favor, e nunca deixar de vos honrar, como meu especial e poderoso patrono, e fazer tudo o que estiver a meu alcance para incentivar a devoção para convosco. Amém.

 

Comunidade Santo Dias (Acampamento Santo Dias MST)

                Santo Dias da Silva (1940 – 1979), operário e ministro da eucaristia, defensor da causa operária, viveu em sua terra natal, Terra Roxa, São Paulo, até os 20 anos. Conheceu o sofrimento do povo do campo e foi forçado a deixar a roça e vir para a cidade melhor. Cristão convicto, participou da pastoral operária da igreja católica de São Paulo, do Movimento contra a Carestia, dos sindicatos dos metalúrgicos e do comitê brasileiro pela anistia, na difícil época da ditadura militar. Por causa de sua luta em favor do povo foi morto a tiros, pela polícia militar em 30 de outubro de 1979, em frente a então fábrica Sylvânia, na rua Quararibéia, bairro Campo Grande, em Santo Amaro, onde participava de um piquete de greve por reposição salarial.
Festa do Padroeiro: 30 de outubro (Data oficial) - (01/05 - São José Operário).

Oração
Ó Deus da justiça, que destes à igreja do Brasil o testemunho de Santo Dias ministro da eucaristia e militante da pastoral operária, faze-nos sempre e a cada dia operários e operárias de teu sonho de renovar a terra com tua justiça. Por Cristo, nosso Senhor! Amém.

Comunidade Nossa Senhora das Graças (Penas)

                A festa de Nossa Senhora das Graças é comemorada no dia 27 de novembro, iniciada pela devoção à N. Senhora através da medalha milagrosa, que é um poderoso recurso oferecido pela Mãe de Deus aos homens, especialmente adequado a época de crise como a atual. Foi em 1830 que Nossa Senhora apareceu, em Paris, a Santa Catarina Labouré, então jovem religiosa, e lhe ensinou a devoção da Medalha Milagrosa. “Fazei cunhar medalha com este modelo. Todas as pessoas a usarem receberão grandes graças, trazendo-a ao pescoço. As graças serão abundantes para as pessoas que a usarem com confiança” – prometeu a Santíssima.
Festa da Padroeira: 27 de novembro (Data oficial)

Oração a Nossa Senhora das Graças
Ó Maria, Mãe admirável de Nosso Senhor Jesus Cristo, Mãe de Deus, e por isso Mãe da Divina Graça! Pôr Deus fostes estabelecida depositária, tesoureira, medianeira e dispensadora de todas as graças! Com toda confiança apelamos para o vosso Imaculado Coração de Mãe, suplicando nos obtenhais a nós  e a todos os homens as graças gerais e especiais: aos justos a perseverança; às almas tristes, consolação; aos corações desanimados, coragem e confiança; aos enfermos, cura e saúde; aos pecadores, arrependimento e perdão; às almas do purgatório, alívio e livramento; enfim a cada um de nós, as graças particulares... para as quais imploramos neste momento, de um modo especial, o socorro de vossa bondade maternal e de vosso poder. Solicitamos sobretudo, ó Mãe Santíssima, vossa assistência na hora de nossa morte, a fim de que, neste derradeiro momento, possamos ser achados dignos de particular da glória de Jesus, vosso Divino Filho, que sendo Deus, vive e reina, com o Pai e o Espírito Santo, pôr todos os séculos dos séculos. Amém.

 

Comunidade Santa Bárbara (Santa Bárbara)

                Santa Bárbara nasceu provavelmente em Nicomédia, na Ásia Menor, pertencendo a uma família de certa posição social. Ás ocultas dos pais, fanáticos pagãos, conseguiu instruir-se na religião cristã. O coração da jovem Bárbara sentia-se dilacerado entre amores opostos: o dos pais de uma parte e o de Cristo, mor supremo, de outra. Verificou-se nela a palavra do Divino Mestre: “Não julgueis que vim trazer a paz à terra. Eu vim trazer a divisão entre o filho e o pai, entre a filha e a mãe, e os inimigos do homem serão as pessoas da própria casa” (Mt10,34-36). O próprio pai, Dióscoro, furioso em seu cego paganismo, decepcionado em seus interesses, num excesso de barbárie, prontificou-se para executar a sentença: atirou-se contra a filha, que se colocou de joelhos em atitude de oração, e lhe decepou a cabeça. Logo após ter praticado seu hediondo crime, desencadeou-se formidável tempestade e o pai, atingido por um raio, caiu morto. Esta Santa é invocada, sobretudo, como protetora contra a morte trágica e contra os perigos de explosões, de raios e tempestades.
Festa da Padroeira: 04 de dezembro (Data oficial)

Oração a Santa Bárbara
Ó Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões, fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura. Ficai sempre ao meu lado para que eu possa enfrentar, de fronte erguida e rosto sereno, todas as tempestades e batalhas da minha vida: para que, vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza; este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras. Santa Bárbara rogai pôr nós.

 

Comunidade Santa Luzia (Barreirinho)

                Vivia em Siracusa, na Sicília, e tinha consagrado a Deus sua virgindade. Por amor a Ele renunciou, em favor dos pobres, a toda a sua fortuna, que não era pequena. Chamada pelo prefeito de Siracusa, confessou a crença em Jesus Cristo e foi por isso decapitada. A devoção a Santa Luzia é muito antiga e se generalizou por toda a Igreja. Há em Roma pelo menos vinte igreja consagradas a ela. É invocada como protetora especial contra as doenças dos olhos.
Festa da Padroeira: 13 de dezembro (Data oficial)

Oração a Santa Luzia
Ó gloriosa Santa Luzia, Virgem e Mártir, que tanto agradastes ao Senhor, preferindo sacrificar a vida a lhe ser infiel, vinde em nosso auxilio. Por vossa intercessão, junto a Jesus Cristo, o médico divino, livrai-nos de toda a enfermidade dos olhos e do perigo de perder a visão. Rogai ao Senhor a graça de curar as nossas deficiências visuais. E que, com os olhos da fé, enxerguemos a verdade, a justiça, o amor e as necessidades de nossos irmãos para percebermos a beleza sobrenatural da vida com Deus. Possamos, com vosso auxílio, passar nossa vida na amizade com Deus, chegando um dia a vê-lo, com os olhos transfigurado, na eterna Pátria dos céus. Amém.

 

Comunidade Menino Jesus (Campestre)

                No Natal de 1953, comentando num artigo a célebre frase de São João “A Luz brilhou nas trevas” (1,5), o Prof. Plínio Corrêa de Oliveira assim escreveu: “Foi com estas palavras que o Discípulo amado anunciou, para seu tempo e para os séculos vindouros, o grande acontecimento que celebramos neste mês. Fórmula sintética, sem duvida, mas que exprime o conteúdo inexaurivelmente rico, do grade fato: havia trevas por toda a parte, e na obscuridade dessas trevas se ascendeu a Luz. Qual a razão destas metáforas? Por que luz? Porque trevas? Os comentadores são unânimes em afirmar que as trevas que cobriam a terra quando o Salvador nasceu eram a idolatria dos gentios, o ceticismo dos filósofos, a cegueira dos judeus, a dureza dos ricos, a rebeldia e o ócio dos pobres, a crueldade dos soberanos, a ganância dos homens de negócio, a injustiça das leis, a conformação defeituosa do Estado e da sociedade, a sujeição do mundo inteiro à prepotência de Roma. Foi na mais profunda escuridão dessas trevas que Jesus Cristo apareceu como uma luz. Qual a missão da luz? Evidentemente, dissipar as trevas. De fato, aos poucos, foram elas cedendo. E, na ordem das realidades visíveis, a vitória da luz consistiu na instauração da Civilização Cristã que, ao tempo de sua integridade, foi, embora com as falhas inerentes ao que é humano, autentico Reino de Cristo na terra.”
Festa do Patrono: 25 de dezembro (Data oficial)

Oração ao Menino Jesus

Ó amantíssimo Menino Jesus, que com tanta ternura nos amais, e que vos deliciais em habitar entre nós, eu, ainda que indigníssimo de ser olhado por Vós com amor, também me sinto atraído para Vós, pois estais sempre disposto a perdoar e a conceder o vosso amor. Muitas graças e bênçãos foram obtidas por todos aqueles que vos invocaram com fé, e eu ajoelhado diante de vossa milagrosa imagem dou-vos meu coração com tudo aquilo de que necessito, aparições, esperanças, e principalmente, peço-vos a graça de ... Ao vosso pequeno mais misericordiosíssimo coração, entrego a minha petição. Governai-me, e usai de mim e de meus entes queridos como aprouver a vossa santíssima vontade, pois sei que tudo fazeis para nosso maior bem. Onipotente e amável Menino Jesus, não nos abandoneis mais abençoai-nos e protegei-nos sempre. Amém.

 

rodapé guape turismo